Sono | Autocuidado

Insônia – Tudo o que você precisa saber

Conheça as causas, sintomas e como tratar esse problema extremamente comum.

Insônia – Tudo o Que Você Precisa Saber

O que é insônia?

A insônia é um tipo de transtorno do sono. Pessoas com esse problema têm dificuldade para pegar no sono, continuar dormindo ou uma combinação de ambos.

Pessoas com insônia tampouco se sentem renovadas ao despertar no dia seguinte. Isso pode levar a falta de concentração, impaciência e cansaço, entre outros sintomas.

A insônia é o mais comum dos transtornos de sono, com cerca de 2 milhões de casos por ano só no Brasil.

A insônia, por definição, está relacionada a alguns sinais específicos:

  • A pessoa tem extrema dificuldade para dormir mesmo que as condições sejam adequadas para o bom sono e haja tempo para tal;
  • Quando consegue adormecer, a pessoa não se sente revigorada ao acordar.

Causas da insônia

As causas da insônia estão atreladas ao tipo de sintoma que a pessoa sente. A insônia de curto prazo, ou insônia aguda, pode ser causadas por um série de coisas, entre elas:

  • Estresse;
  • Um evento traumático;
  • Mudanças no hábito de sono ou dormir em um lugar diferente;
  • Dor física;
  • Jet lag (mudança significativa de fuso horário durante uma viagem);
  • Certos medicamentos.

A insônia crônica dura por pelo menos 3 meses e pode ser primária ou secundária. A insônia crônica primária não tem causas conhecidas. Já a secundária pode aparecer junto de outros transtornos, como:

  • Condições médicas que dificultam o sono, como artrite e dor nas costas;
  • Problemas psicológicos, como ansiedade e depressão;
  • Uso de substâncias;
  • Apneia do sono;
  • Diabetes.

Fatores de risco da insônia

A insônia pode acometer pessoas de todas as idades e tem uma chance maior de aparecer nas mulheres do que nos homens.

Alguns fatores de risco para esse transtorno incluem:

  • Altos níveis de estresse;
  • Transtornos emocionais como a depressão ou eventos traumáticos;
  • Renda baixa;
  • Viagem a um fuso horário diferente;
  • Sedentarismo;
  • Mudanças no expediente de trabalho.

Algumas condições médicas como obesidade e doença cardiovascular podem aumentar as chances de insônia. A menopausa também pode ser um fator de risco.

Sintomas da insônia

Pessoas com insônia geralmente relatam alguns desses sintomas:

  • Acordar muito cedo pela manhã;
  • Sono que não revigora;
  • Dificuldade para começar a dormir ou continuar dormindo.

Esses sintomas podem trazer consequências como:

  • Fadiga;
  • Mudanças de humor;
  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração.

Tratamentos contra a insônia

Existem tratamentos com ou sem uso de medicamentos contra a insônia.

A decisão sobre qual o melhor tratamento para você deve ser tomada junto com o médico. Talvez sejam necessárias algumas tentativas para descobrir qual abordagem funciona melhor para você.

Treinar a higiene do sono é um bom ponto de partida. Algumas vezes, comportamentos que afetam o sono provocam insônia. A higiene do sono ajuda você a lidar com esses comportamentos.

Algumas mudanças sugeridas incluem:

  • Evitar o consumo de cafeína antes de ir dormir;
  • Evitar esforços físicos antes de ir dormir;
  • Evitar ficar na cama se você não pretende dormir.

Medicamentos contra a insônia

Nas situações onde medicamentos são parte do tratamento, os remédios mais comumente receitados incluem a Eszopiclona e o Zolpidem.

Alguns medicamentos que não precisam de receita também são opções, como os anti-histamínicos, sendo a Difenidramina um exemplo. Remédios como esse possuem efeitos colaterais, principalmente no longo prazo. Por isso é importante falar com seu médico antes de tomar qualquer remédio, mesmo que não precise de prescrição.

Nesse sentido, tenha em mente que podem haver reações perigosas ao uso de medicamentos. Nem todo remédio que ajuda a dormir é recomendável para todos.

Meditação

A meditação é um tratamento natural, não invasivo e simples contra a insônia.

Segundo um estudo de 2015, a meditação pode ajudar o praticante a pegar no sono mais fácil além de aumentar a qualidade do sono em geral.

A meditação também pode ajudar no controle de condições que causam a insônia, como:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Problemas digestivos;
  • Dores.

Insônia e gravidez

A insônia é comum durante a gravidez.

Flutuações hormonais, náuseas, e uma vontade maior de urinar são algumas das mudanças corporais que podem tirar o sono da gestante.

Estressores emocionais, como a ansiedade e dor, também podem estar presentes e dificultar o sono.

Considerando as mudanças inerentes à gravidez, como o aumento no nível de progesterona e do metabolismo, não é incomum que haja uma mudança no padrão de sono também.

Para atenuar isso, algumas dicas são válidas, como:

  • Manter-se ativa durante a gravidez;
  • Manter uma dieta saudável;
  • Manter-se bem hidratada;
  • Procurar dormir e acordar nos mesmos horários todos os dias;
  • Praticar técnicas de relaxamento durante o dia ou tomar um banho quente antes de ir dormir.

É necessário perguntar ao médico sobre exercícios, remédios ou suplementos que possam ser utilizados.

A boa notícia é que a insônia provocada pela gravidez costuma ser passageira e não afeta o desenvolvimento do bebê.

Diagnóstico de insônia

Para obter um diagnóstico de insônia, o médico pode começar fazendo perguntas sobre:

  • Problemas de saúde;
  • Ambiente social do paciente;
  • Estado psicológico e emocional;
  • Histórico da rotina de sono.

Essas respostas podem ajudar o profissional a identificar causas subjacentes da insônia. Esse profissional também pode pedir que o paciente:

  • Mantenha um diário sobre sua rotina de sono;
  • Registre o horário em que começa a adormecer;
  • Tome nota das ocasiões em que acorda repetidamente;
  • Registre o horário em que acorda a cada dia.

Um diário sobre a rotina de sono vai dar ao médico uma ideia sobre a rotina de sono do paciente. Como vimos, outras doenças podem interferir no sono, portanto é possível que o médico peça exames de sangue para descantar (ou confirmar) causas como essa.

Insônia em crianças

Crianças também podem sofrer de insônia – e geralmente pelos mesmos motivos que os adultos. Entre eles:

  • Estresse;
  • Certos medicamentos;
  • Consumo excessivo de cafeína;
  • Transtornos psiquiátricos.

Se a criança tem dificuldade em adormecer, em permanecer dormindo ou se ela acorda muito cedo, a causa pode ser insônia.

O tratamento para a insônia infantil é o mesmo usado em adultos.

Insônia e ansiedade

A ansiedade pode causar insônia e a insônia pode causar ansiedade. Isso pode prender a pessoa em um ciclo que leva à insônia crônica.

A ansiedade de curto prazo surge quando a pessoa se preocupa repetidamente sobre o mesmo assunto, como o trabalho ou um relacionamento pessoal. Esse tipo de ansiedade passa quando o conflito é resolvido e a rotina de sono da pessoa tende a se normalizar em seguida.

As mesmas mudanças de estilo de vida recomendadas no tratamento de outros tipos de insônia também funcionam contra a insônia causada por ansiedade. Evitar conversas sobre assuntos estressantes após o pôr do sol é uma boa dica.

Saiba mais sobre a ansiedade.

Complicações da insônia

Não tratar os problemas de sono pode colocar a saúde em risco. A insônia aumenta as chances de aparecimento de diversas condições como:

  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Derrame;
  • Ataques de asma;
  • Convulsões;
  • Imunidade baixa;
  • Obesidade;
  • Pressão alta;
  • Doença cardíaca.

Além disso, outros efeitos cotidianos incluem:

  • Aumento nas chances de a pessoa se envolver em um acidente;
  • Rendimento menor na escola ou no trabalho;
  • Redução na libido;
  • Memória mais fraca.
João Vitor Gomes dos Santos
João Vitor Gomes dos Santos

Estudante de Engenharia Mecânica, através da convivência na universidade se conscientizou da importância do bem-estar mental. Para promover e acessibilizar os cuidados com a mente, cofundou a PsyMeet. Convencido da importância da saúde mental para uma vida feliz, está sempre lendo, assistindo e ouvindo sobre o tema. Instagram @dosantosjv

Leia também:

Terror Noturno – Porque Acontece e o Que Você Pode Fazer

02.12.2021 | João Vitor Santos

Terror Noturno – Porque Acontece e o Que Você Pode Fazer

Entenda as causas, sintomas e diagnóstico desse distúrbio do sono.

Insônia Infantil – Tudo o Que Você Precisa Saber

28.11.2021 | João Vitor Santos

Insônia Infantil – Tudo o Que Você Precisa Saber

A insônia também pode ser um problema nas fases iniciais da vida. Conheça as principais causas e tratamentos.

Terror Noturno em Adultos – Porque Eles Acontecem e o Que Você Pode Fazer

27.11.2021 | João Vitor Santos

Terror Noturno em Adultos – Porque Eles Acontecem e o Que Você Pode Fazer

Apesar de a infância ser a fase da vida mais associada com os terrores noturnos, eles também podem acontecer na fase adulta. Saiba mais sobre.

logo do whatsapp

Responsável técnico

Alysson E. de C. Aquino

CRP: 08/20173

Atenção: Este site não oferece tratamento ou aconselhamento imediato para pessoas em crise suicida. Em caso de crise, ligue para 188 (CVV) ou acesse o site www.cvv.org.br. Em caso de emergência, procure atendimento em um hospital mais próximo.